DR. HILTON GARCEZ

    Nasceu, em Clemente Argolo, no município de Lagoa Vermelha em 09 de janeiro de 1925, filho de Lauro Júlio Garcez e Morena Cândida Garcez. Cursou o 2º grau no Instituto Educacional - IE - em Passo Fundo.   Serviu o Exército, naquela cidade ( Tiro de Guerra ).

    Cursou a faculdade de Direito em Porto Alegre  ( UFRGS ). Colou grau de Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais em 19 de dezembro de 1952.

    Casou-se com Wilma Ache Garcez, nascida em 22 de setembro de 1930.  O casamento efetivou-se em 30 de maio de 1953, ela  natural de Cachoeira do Sul, filha de Camilo Ache e Rosita Dorneles Ache.

    Em 1952, começou advogar em Lagoa Vermelha RS, onde montou escritório. Foi muito bem sucedido na profissão, possuindo na época quase 50 % das ações em trâmite naquela comarca.

    Em, 27 de setembro de 1956 nasceu seu primeiro filho Hilton Luiz Ache Garcez
autor destas notas.
 
    Em 14 de março de 1959 seu segundo filho, Luiz Fernando Ache Garcez.

    Em 27 de de Abril de 1960 sua primeira filha Thais Helena Ache Garcez, falecida em 06 de outubro de 1988, com a queda da marquise das Lojas Arapuã, no centro de Porto Alegre. Junto com ela faleceu também sua filha Jeniffer Garcez da Silva com 4 anos de idade. Dois anos antes Thais tinha perdido o filho Juan com 5 anos de idade, vítima de câncer.

    Em 21 de julho de 1967 sua segunda filha Edelweis Helena Ache Garcez

    Em 1962 abriu a empresa Hilton Garcez Agricultura Indústria e Comércio na cidade de Lagoa vermelha. A referida empresa se dedicava à indústria de erva mate, com exportação para o Uruguai, Chile, Argentina, e também mercado interno. A empresa exportava também soja e trigo para diversos países do mundo.

    A empresa operou até 1987 quando Dr. Hilton estava aposentado e foi morar em Porto Alegre. Morou nesta cidade até fins de 1998. Aborrecido com o trágico acidente da filha, transferiu-se para Torres.

    Em Torres fundou a empresa construtora, Hilton Garcez Empreendimentos Imobiliários Ltda., a qual se dedica a construção e incorporação de imóveis, construindo o edifício Principado de Torres.

    Em, 13 de maio de 1997, amanheceu não se sentido bem, foi vitima de câncer do tipo Adenocarcinoma, o qual resistiu a doença por 4 meses e oito dias, faleceu em 21/09/1997  com 72 anos 8 meses e 8 dias.

    Foi enterrado no Cemitério São Miguel e Almas, na mesma catacumba da filha e netos.

                                                       DR HILTON GARCEZ
 
DR. HILTON GARCEZ E SEUS 8 IRMÃOS
Da esquerda para a direita, CARLOS CELSO (falecido) CYRANO, JOÃO, HILTON, AROLDO, NORMA, AUGUSTA, SOLANGE  ( falecida ) e ODETE,

No casamento de sua filha EDELWEIS  COM  LEONARDO DORNELLES
 

RESENHA HISTÓRICA DA FAMÍLIA GARCEZ
Autoria dr. Hilton Garcez
               Considerações preliminares:  "GARCEZ" na genealogia ibérica significa "filho de Garcia" , assim como Fernandez significa filho de Fernando, Rodrigues, filho de rodrigo, Mendez, filho de Mendo, etc.
            Pelo ano 1.000 de nossa era, na luta contra os dominadores árabes da península Ibérica, formou-se no norte da Espanha o reino de Navarra e tornou-se famoso cruzada D. Sancho Garcia I, também monarca navarrino.
            Com a derrota dos mouros ( árabes ) e a unificação da Espanha com a formação do reino de Castella, os descendentes de D. Sancho Garcez y Abarca passaram a fazer parte, como nobres, da corte de Fernando e Izabel e em 1580, com a denominação Espanhola sobre Portugal, que durou até 1640, muitos nobres da família Garcez foram deslocados para Portugal, onde muitos permaneceram até hoje.
            O brasão da família Garcez, como cepa nobre, é um escudo de fundo azul, com uma garça recatada em ouro, com quatro estrelas, também em ouro, duas a duas.
            Quando D. João VI de Portugal, em 1807, abandonou Lisboa na fuga de Napoleão Bonaparte, que invadira seu país, trouxe em sua corte D. João Moreira Garcez na qualidade de camareiro mór de seu séquito. Camareiro mór era um cargo que eqüivale, hoje ao chefe da casa civil da corte.
            D. João Moreira Garcez tinha diversos filhos e usava, em seus papéis de correspondência o brasão familiar acima descrito.
            Com a volta de D. João VI para Portugal em 1820, D. João Moreira Garcez também voltou, mas alguns de seus filhos optaram pela permanência no brasil.
            Dentre eles, ficou Manoel Moreira Garcez, que obteve de D. João VI a concessão de uma enorme Gleba de Terras nas cabeceiras do rio Tibagi, na então província de São Paulo e hoje estado do paraná, tendo se estabelecido na cidade de Castro e dedicando-se a criação de gado bovino e cavalar, bem como fazendo garimpo de ouro no rio Tibagi.
            Conta o "pai Garcez" como era chamado Manoel, que os dois irmãos, seus também ficaram no Brasil, tendo um se estabelecido em Pindamonhagaba. São Paulo, de quem descende Lucas Nogueira Garcez, que foi governador de São Paulo, e o outro vindo para Cisplatina, que então era região que compreende hoje o Uruguai e a Fronteira sul do Rio Grande do Sul com aquele país. Dele descende a grande Família Garcez que hoje habita o Uruguai e principalmente a região de D. Pedrito, havendo ramificações por Santa Maria, Pelotas, Júlio de Castilhos e outros municípios gaúchos.
            Descendência de D. Manoel Moreira Garcez, que se estabeleceu em Castro Paraná, em 1810, casando-se com constança Maria de Almeida. Ele faleceu em Castro em 15/01/1878, com 91 anos de idade e ela, na mesma cidade, em 15/03/1845, com 55 anos de idade. Ele era filho de Julia Moreira Garcez, e de D. João Moreira Garcez. Ele era filho de Ana Violante Rosa e de D. João Moreira Garcez, da corte de D. João VI, tendo nascido em Penafiel, Portugal, em 1787. Ela, nascida em Itapetininga, São Paulo, em 1790, filha de Joaquim Domingues de Almeida e de Manoela de Almeida.

                FILHOS:

1.    LIDUINA GARCEZ MOOJEN, nascida em Castro em 07/03/1813, casada com John George Moojen, nascido em Londres, Inglaterra em 25/11/1815, Filho de John Moojen e Katerin Turner. João Jorge Moojen, como passou assinar era médico famoso, deixando uma prole que hoje se eleva a 15.000 descendentes. Entre eles se encontra o autor destas notas e muitas pessoas que hoje desempenham papel importante na vida do Rio Grande do Sul, inclusive um Secretário de Estado, Dr. Augusto Borges Berthier, bisneto de Maria Luiza Moojen Berthier. O desembargador André da Rocha, que, tendo sido juiz de direito em Lagoa Vermelha, casou-se com uma neta de João Jorge Moojen, sendo que seu neto também foi desembargador o magistrado Moojen da Rocha. Há ainda entre seus descendentes diversos, juízes de direito, promotores públicos, médicos, engenheiros, dentistas, advogados, e oficiais do exército.

2.    MANOEL MOREIRA GARCEZ JÚNIOR, que faleceu solteiro, em Castro sem deixar descendentes.

3.    MARIA EUFRASINA GARCEZ FERREIRA, conhecida por MARUCA, de onde vem a famosa canção "Vamos, Maruca, Vamos para Jundiaí, com todos você vai; só comigo não quer ir." casou-se em primeiras núpcias com Antônio de Souza Arantes, de Jundiaí, São Paulo, e em segundas núpcias com o Coronel Francisco Inácio Ferreira, comandante da guarda nacional  nos municípios de Santo Antônio da Patrulha, Vacaria e Lagoa Vermelha, herói da guerra do Paraguai, e amigo pessoal de D. Pedro II. Possuía uma enorme fazenda no lugar denominado Estância Velha, Pontão e Santo Antônio da Patrulha, depois Vacaria e finalmente Município de Lagoa vermelha. Não deixou descendentes, sendo que sua fazenda, com 20.000 hectares, ficou partilhada entre sobrinhos que criou e cunhados.

4.    JOÃO MOREIRA GARCEZ, nascido em Castro em 1820, casado com Mariana Teodora Ferreira Garcez, radicou-se, posteriormente em Curitiba, onde dedicou-se ao comércio. Entre seus descendentes, o mais importante foi seu neto, João Moreira Garcez, que foi prefeito de Curitiba, Governador do Paraná e deputado pelo mesmo estado mais de uma vez, era filho de Bernardo Moreira Garcez e de Noemia Feijó Garcez.

5.    ROSALINA MOREIA GARCEZ AGUIAR, casada co Pedro N. de Aguiar, de Curitiba, com numerosa descendência.

6.    SANCHA MOREIRA GARCEZ ALMEIDA, casada com Elias Bueno de Almeida, da qual descende numerosa família paranaense. O nome Sancha vem de uma tradição quase milenar de ter descendentes homenageando D. Sancho Garcez y Abarca, rei de Navarra.

7.    JOAQUIM MOREIRA GARCEZ, nascido em Castro, Paraná, em 1827, e casado em 17/06/1847 com Maria do Rosário Borges Garcez, conhecida por Inhara, nascida em 05/10/1831, filha de José Borges Macedo e Maria Floriana de Lima, dele descende a família do autor destas notas, por isso que sua descendência vem devidamente esmiuçada, assim:

A)    MARIA DA CONCEIÇÃO GARCEZ RIBAS, casada com o Major João Evangelista dos Santos Ribas, do qual a numerosa descendência, dentre os quais cita-se Manoel Ribas que foi governador do Paraná.

B)    BALBINA GARCEZ GUIMARÃES, casada com José Matias Guimarães, com numerosa prole.

C)    JOÃO MOREIRA GARCEZ, casado com Maria Lina F. Garcez, tendo deixado dois filhos cuja descendência se espalha por Curitiba e norte do Paraná.

D)    ANA ROSA GARCEZ FRANCO casada com o Major Adolfo Ribas de Oliveira franco, dela descendem diversas personalidades  ilustres, dentre os quais se pode citar Adolfo de Oliveira Franco, Deputado Federal pelo Paraná e banqueiro; João de Oliveira Franco, que ocupou diversos cargos na administração paranaense, tendo sido Secretário de Estado..

E)    JÚLIO FERREIRA GARCEZ,  nascido em Castro, Paraná, em 1864 e falecido em Lagoa Vermelha, RS em 1927, avô paterno do autor destas notas, casou-se em 1886 com Julia Moojen Berthier, que também assinava Julia Moojen de Almeida e que passou a assinar, depois de casada, Julia Garcez, falecida em Lagoa Vermelha RS, em 1929, nascida em 1867 em Lagoa Vermelha, filha de Tristão José Berthier, que também assinava Tristão José de Almeida, por ter sido criado por um tio, Padre Almeida, em vista de seu pai, Enrico Berthier, vinde de Nice, França, então reino da Savóia, deixou a família no Paraná, tendo ido servir nas forças mercenárias que lutavam na cisplatina e não regressando mais. Não se sabe de Enrico tenha morrido, ou se por lá constituiu nova família, não mais voltando.
Descendem de Júlio Ferreira Garcez e de Julia Garcez;

I -     MANOEL JÚLIO GARCEZ,  casado com a prima Maria Augusta Berthier. Foi político influente e fazendeiro em Lagoa Vermelha - RS e entre seus filhos enumeramos Jayme Garcez, advogado, radicado em Curitiba e diretor da Codepar e professor universitário; Gilberto Garcez, Oficial do Registro de imóveis aposentado.

II -    JOSÉ JÚLIO GARCEZ , casado com Ana Amélia Garcez, sua prima, com numerosa descendência, citando entre eles, José Lindolfo E. Garcez, Delegado Chefe do IBGE em Florianópolis SC, Cezar E. Garcez, oficial do Registro de Imóveis e protestos em Bento Gonçalves, Aramis Augusto Garcez, procurador do estado, Victor Hugo Garcez, promotor público em Vacaria.

III -    ANA JULIA GARCEZ, falecida solteira.

IV -    MARIA ANTONIETA GARCEZ DE ANDRADE,  casada com João Ferreira de Andrade, mãe de dois filhos: Jacques Garcez de Andrade, falecido, advogado, pai de Júlio Cezar Garcez de Andrade, gerente de uma das filiais da Caixa Econômica Federal de Porto alegre, e de Caio Garcez de Andrade, advogado em Porto Alegre.

V-    LAURO JÚLIO GARCEZ, casado com Morena Cândida Garcez, sua prima, e pais do autor destas notas, Ele nascido em 07/05/1900 em Lagoa Vermelha e falecido em 02/01/1971 em Lagoa Vermelha, Ela nascida em 04/09/1904 também em Lagoa Vermelha e falecida em 02/07/1995. Filhos Hilton Garcez, autor destas notas, advogado e empresário, falecido em 21/09/1997, Carlos Celso Garcez, advogado em Lagoa Vermelha, falecido em 21/07/1997; Aroldo Garcez, foi promotor em Caxias do Sul, hoje aposentado; João Garcez, médico em Lagoa Vermelha, Cyrano Garcez, advogado da Caixa Econômica Estadual em Porto Alegre; Solange Garcez Alves, falecida; Odete Garcez Mendes do lar, Norma Garcez de Almeida, professora, Augusta Garcez Menezes, residentes em Lagoa Vermelha.
Hilton Garcez, casado com Wilma Ache Garcez, natural de Cachoeira do Sul, tendo os seguintes filhos: Hilton Luiz Ache Garcez, empresário, universitário,  Corretor de imóveis, Delegado do CRECI (  Conselho Regional de Corretores de Imóveis ) em Torres - RS; Luiz Fernando Ache Garcez, empresário, residente em Torres RS; Thais Helena Garcez e Silva, falecida; Edelweis Helena Ache Garcez, professora universitária, cursando  doutorado na Universidade de Tübingen - Alemanha.

F-    GREGÓRIO AFONSO GARCEZ, casado com Efigênia Bittencourt Garcez, entre seus descendestes destaca-se o engenheiro Antônio Garcez, empresário em São Paulo.

8.    BENJAMIN MOREIRA GARCEZ, nascido em castro em 1827, casado em São Paulo e cuja descendência pouco se sabe.

9.    ANA VIOLANTE ROSA GARCEZ DO AMARAL, casada em Vacaria com Manoel do Amaral, com numerosa prole na região serrana.

10.    AMBROSINA GARCEZ FEIJÓ,  casada com João de Souza Feijó, descendente de açorianos, nascido em Viamão, da qual descende numerosa prole em todo o Rio Grande do Sul.

TESTO ESCRITO POR DR. HILTON GARCEZ
 
 

  Hilton Garcez
                                                                                                 pais
                                                                Lauro Júlio Garcez   -   Morena Garcez
                                         avós                                                                                             avós
   Júlio Ferreira Garcez -            Julia Ferreira Garcez             João Ancelmo Ferreira -           Augusta Feijo ferreira

         bisavós                                           bisavós                               bisavós                                      bisavós
 Joaquim Moreira Garcez      -     Tristão José de Almeida   -  Tristão José de Almeida  -   João de Souza Feijó
 Maria do Rosario Garcez     -      Maria Luiza Moojen         -  Maria Luiza Moojen     -      Ambrosina Moreira Garcez

       triavós                                triavós                                            triavós                                         triavós
Manoel Moreira Garcez             Enrico Berthier                       Enrico Berthier                    Desidério de Souza Feijó
Constança maria de Almeida   Solidonia Ferreira                   Solidonia Ferreira               Maria Antonia Guimarães

José Borges Macedo                João Jorge Moojen                João Jorge Moojen            Manoel Moreira Garcez
Maria Floriana de Lima            Liduina Eufrazia Garcez          Liduina E. Garcez               Constança Maria de Almeida

         Tetravós                                   Tetravós                               Tetravós                                       tetravós
João Moreira Garcez                 John George Moojen             John George Moojen              Manoel de Souza Feijó
Olímpia Garcez                           Katherin Turner                      Katherin Turner                       Inacia Felicia de S. Clara

Joaquim D. de Almeida            Manoel Moreira Garcez         Manoel Moreira Garcez          Luiz Ferreira Velho
Manoela de Almeida               Constança M.de Almeida      Constança M. de Almeida      Francisca Mariana Velho
                                                                                                                    João Moreira Garcez
                                                                                                                    Olimpia Garcez
                                                                                                                                                           Joaquim D. de Almeida
                                                                                                                    Manoela de Almeida
Casa onde Dr. Hilton  foi morar, logo após casado, e nesta casa criou todos os filhos, ela localiza-se na cidade de Lagoa Vermelha.
 
 

Hilton Luiz Ache Garcez
E-Mail  garcez@portoalegrense.com.br

VOLTAR